Um estudo elaborado pela FIRJAN mostra que, em média, 12 caminhoneiros são assaltados por dia nas rodovias e cidades do estado do Rio de Janeiro.

O relatório também apontou uma concentração na prática desse tipo de crime, sendo que nesse ano, cerca de 98% dos casos registrados foram na Região Metropolitana do Rio, com destaque para o Arco Metropolitano.

Das 1.896 ocorrências relacionadas a esse tipo de crime, (52,3%) 992 foram registradas em Belford Roxo, Campos Elíseos, Cordovil, Duque de Caxias, Ipiiba e Sete Pontes (Antiga Rio do Ouro), Neves, Niterói, Monjolos, São Gonçalo e São João de Meriti.

As rodovias com maior incidência de roubos de cargas geralmente passam próximas à comunidades, onde o crime organizado utiliza dessa prática para financiar as operações de tráfico de drogas.

Considerando-se o valor médio das cargas roubadas, o prejuízo estimado em decorrência desse tipo de crime foram na ordem de aproximadamente R$ 153 milhões.

Nos últimos 3 anos, o roubo de cargas está diminuindo em todo o território nacional, inclusive no Rio de Janeiro.

No entanto, dos 14.150 registros de roubo de cargas no país em 2020, o estado registra 35,21% dos casos, atrás somente de São Paulo com 41,80% das ocorrências.

O prejuízo estimado ultrapassa a casa dos R$1,2 bilhão. O resultado é um aumento no custo dos fretes, já que esses números encarecem o seguro de veículos de carga.

Fonte: FIRJAN

setembro 16, 2021

Written by:

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X