Ajuste no limite de Curitiba e Fazenda Rio Grande é aprovado em 1° turno

O projeto de alteração da divisa de Curitiba e Fazenda Rio Grande foi aprovado em primeiro turno nesta quarta-feira (8) na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). O limite territorial das duas cidades deve ser ajustado para corresponder oficialmente ao curso do rio Iguaçu. O acordo, que teve 30 votos a favor e um contrário, terá a palavra final em plenário, na sessão da próxima segunda (13). 

Encaminhado à Câmara Municipal de Curitiba (CMC) em novembro de 2021, o projeto do Executivo explica que o acordo é resultado de um estudo liderado pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) e o IAT (Instituto Água e Terra). A redefinição do limite precisa do aval dos vereadores da capital e de Fazenda Rio Grande para, na sequência, ser referendada pelos deputados estaduais.

A Comec explica que a alteração utiliza coordenadas geográficas obtidas do mosaico de ortofotos georreferenciado do Ippuc em 2019 e começaria no eixo do rio Iguaçu retificado. A capital paranaense perderia 0,0008% de seu território, ou 0,3623 hectares, se o projeto for aprovado.

Em 2020, o parque São José passou a pertencer integralmente a São José dos Pinhais. Anteriormente, o local tinha grande parte de sua área dentro de Curitiba. A capital incorporou à Reserva do Cambuí, em uma área adjacente localizada entre o antigo leito do rio Iguaçu e o canal extravasor.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.

junho 8, 2022

Written by:

X