News

Anvisa retira obrigação de uso de máscara em voos e aeroportos do país

todayagosto 18, 2022 2

Background
share close

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu, nesta quarta-feira (17), retirar a obrigação do uso de máscara durante voos e em aeroportos do país, apontando a melhora do quadro epidemiológico da Covid-19 com o avanço da vacinação.

A decisão foi tomada por unanimidade em votação da diretoria colegiada da agência reguladora, que havia determinado o uso obrigatório do item de proteção em aeroportos e aeronaves em dezembro de 2020.

“As projeções indicam que não é esperado aumento de número de óbitos mesmo com a flexibilização total do uso de máscaras pela população em geral”, disse a Anvisa.

A agência mencionou que países como Estados Unidos, França, Reino Unido, Portugal e Espanha não exigem mais o uso de máscaras em aeroportos e aeronaves.

A Anvisa manteve em vigor outras determinações para prevenção da Covid, como a disponibilização de álcool em gel em aeroportos e aeronaves, Procedimentos de limpeza e desinfecção, sistemas de climatização e desembarque por fileiras.

Em maio, a agência já havia autorizado o retorno do serviço de bordo nos voos com permissão para remover a máscara para hidratação e alimentação.

De acordo com boletim da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta quarta-feira, o Brasil atingiu o patamar mais baixo de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) desde o início da pandemia.

O Brasil registra no total 34,2 milhões de casos de Covid-19, com 682.010 mortes. Nas últimas 24 horas foram registrados 247 óbitos e 21.927 casos, segundo dados do Ministério da Saúde.

Planeje seus gastos

Baixe de graça uma planilha de controle financeiro para monitorar seus gastos mensais e acompanhar a evolução do seu orçamento ao longo do ano:

Written by: admin

Rate it

Previous post

Rali dos FIIs de “tijolo”? Fundos acumulam valorização média de 6% em agosto e sinalizam retomada

News

Rali dos FIIs de “tijolo”? Fundos acumulam valorização média de 6% em agosto e sinalizam retomada

Os fundos imobiliários de “tijolo” – que investem diretamente em imóveis – foram os mais prejudicados nos últimos anos pelas restrições impostas pela pandemia da Covid-19. Em agosto, porém, a tão esperada retomada desses FIIs começou a dar sinais, com as carteiras registrando valorização média de 6%. Só o fundo RBR Properties (RBRP11), que investe em

todayagosto 18, 2022 2


0%