News

Bolsonaro comenta derrota de ex-aliados nas eleições

todayoutubro 3, 2022 3

Background
share close

Joice Hasselmann e Alexandre Frota foram eleitos ao lado do presidente em 2018; como oposição, ambos ficaram de fora


Reprodução/Twitter – 3.out.2022

Presidente Jair Bolsonaro falou com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada na madrugada desta 2ª feira (3.out.2022)



03.out.2022 (segunda-feira) – 5h49


O presidente Jair Bolsonaro comemorou a expansão do seu partido, o PL, na Câmara dos Deputados. Em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, na madrugada desta 2ª feira (3.out.2022), ele ironizou os votos recebidos pelos seus antigos aliados, os deputados federais Joice Hasselmann (PSDB-SP) e Alexandre Frota (PSDB-SP), no pleito.

Alguém sabe se a Joice Hasselmann foi reeleita? Alguém sabe se o Alexandre Frota foi reeleito?”, questionou em tom de brincadeira e recebeu gritos de “não” como resposta.

Ao lado de Bolsonaro, em 2018, Hasselmann recebeu 1 milhão de votos para a Câmara. Neste ano, teve 13.679 e não foi reeleita.

Já Frota, se candidatou ao cargo de deputado estadual nessas eleições. Recebeu 24.224 votos e ficou de fora da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

Bolsonaro também citou que, se reeleito, poderá nomear mais 2 ministros para o STF (Supremo Tribunal Federal). Os ministros Rosa Weber e Ricardo Lewandowski se aposentarão nos próximos 4 anos. Hoje, tem 2 escolhidos na Corte: André Mendonça e Nunes Marques.

BANCADA NA CÂMARA

O PL terá a maior bancada da Câmara em 2023. Com 99 deputados eleitos no domingo (2.out), o aumento foi de 23 congressistas em relação à bancada atual.

A federação do partido de Lula conseguiu eleger 79 deputados, uma alta de 3 cadeiras em comparação com a soma que tinham PT, PC do B e PV antes.

Leia como ficará a composição da Câmara a partir de 2023:

Além da importância política de se conseguir um resultado expressivo na eleição para a Câmara, 95% dos recursos do Fundo Partidário –usado para manter mês a mês os partidos– é distribuído conforme o número de votos a deputados e candidatos eleitos na Câmara.

Se o partido não atingir os requisitos para cumprir a cláusula de desempenho (leia mais no infográfico abaixo), não tem acesso a esse dinheiro.

As maiores bancadas também recebem a maior fatia do fundo especial que financia as campanhas eleitorais e do tempo de televisão, além de ocuparem os cargos mais importantes na Casa, impactando na governabilidade no presidente.

Written by: admin

Rate it

0%