News

Caixa recebeu 4 relatos de assédio por dia em novo canal de denúncias

todaysetembro 25, 2022 12

Background
share close

A Caixa recebeu uma média de quatro denúncias por dia de assédio moral ou sexual entre julho e agosto, quando a estatal criou novo canal para receber esses relatos. A medida foi uma reação às denúncias de assédio moral e sexual contra Pedro Guimarães, demitido do comando do banco.

De 5 de julho, estreia do novo canal, a 5 de agosto, a Caixa recebeu 125 denúncias de comportamentos criminosos: 108 de assédio moral e 17 de assédio sexual. Dessas 125, apenas 71 já foram admitidas e começaram a ser apuradas. O restante ainda será analisado. Os dados foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação.

Em entrevista à coluna, Maria Rita Serrano, integrante do Conselho de Administração da Caixa, afirmou que havia questionado em 2020 a Corregedoria sobre denúncias contra Pedro Guimarães. O órgão negou ter recebido relatos. As denúncias contra Guimarães, entretanto, começaram a ser feitas ainda em 2019, no primeiro ano do governo Bolsonaro.

Em junho deste ano, a coluna de Rodrigo Rangel mostrou que cinco funcionárias denunciaram o então presidente da Caixa, Pedro Guimarães, por assédio moral e assédio sexual. Pelo menos uma das acusações de assédio moral foi engavetada. As investigações contra o ex-auxiliar de Bolsonaro seguem no Ministério Público Federal e no Tribunal de Contas da União.

Written by: admin

Rate it

Previous post


0%