Casagrande condena agressão de auxiliar de arbitragem durante jogo de futebol: “Lamentável”

Foto: Reprodução/YouTube TVE

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, condenou a agressão praticada pelo, agora, ex-técnico da Desportiva Ferroviária durante uma partida de futebol na tarde deste domingo (10).

No intervalo do primeiro tempo, o treinador Rafael Soriano discutiu com a auxiliar de arbitragem Marcielly Netto e acabou a agredindo com uma cabeçada. Ele acabou expulso de campo.

No fim da tarde, o clube divulgou uma nota e comunicou a demissão do técnico e prestou apoio à assistente, ressaltando que “toda e qualquer tipo de violência, seja física, verbal, moral ou emocional, principalmente contra mulheres”.

Em uma rede social, Casagrande destacou que a violência deve sempre ser combatia, principalmente a gênero. 

“Condenamos todo tipo de violência, principalmente contra as mulheres. Registro minha solidariedade a árbitra assistente Marcielly Netto, covardemente agredida durante jogo de futebol. Um episódio lamentável que nada tem a ver com o esporte”, escreveu.

Agressão aconteceu após uma discussão

A agressão ocorreu no intervalo de jogo, quando membros da comissão técnica e alguns atletas do banco da Desportiva invadiram o campo para reclamar com o árbitro.

Bem exaltado, o treinador Rafael reclamou com o árbitro principal da partida, Arthur Gomes Rabelo, e com a assistente. Após o bate-boca, Soriano deu uma cabeçada em Marcielly.

abril 10, 2022

Written by:

X