News

Do carinho à proteção: A sensibilidade de ser pai

todayagosto 13, 2022 7

Background
share close

A paternidade pode ser um mundo repleto de cuidados e incerteza. Quando se tornam pais, alguns homens começam ser mais otimistas e felizes, já outros mais sensíveis e protetores. Ao contrário, tem uma parcela que desenvolve medo: seja pela novidade de ter um filho ou devido à preocupação do mundo onde a criança crescerá.

Seja aos de primeira viagem ou àqueles mais experientes, cuidar dos filhos exige mais do que carinho, amor e proteção. Porém, quais são esses sentimentos mais complexos que envolvem a paternidade? Por que esta etapa da vida pode mudar tanto pais e mães, seja mental, físico ou emocionalmente? E, mais do que isso,  qual é o principal papel dos pais no desenvolvimento psicológico e social dos filhos? E quais as principais consequências e traumas podem ser gerados ao longo da vida da criança que cresce sem a presença paterna?

Para este Dia dos Pais, 14 de agosto, quem pode responder estas e outras questões para o seu público é a psicóloga, psicanalista e psicoterapeuta Beatriz Breves. Também especialista na Ciência do Sentir, ela já catalogou mais de 500 sentimentos em 35 anos de estudos. A fonte tem oito livros sobre o tema e explica as vantagens de identificar e trabalhar os sentimentos para uma melhor qualidade de vida.

Ricardo, o que acha de trabalhar a pauta nesta data? Para agendar uma entrevista com a especialista, entre em contato: (11) 99427-8151 ou [email protected]

Abaixo você confere a biografia completa da autora. Caso queira outras informações, fico à disposição.


Abraços,


Gabriela

Sobre a especialista: presidente, membro efetivo e fundador da Sociedade da Ciência do Sentir (SoCiS), Beatriz Breves é mestre em Psicologia pela American Word University (AWU/Iowa/USA), psicóloga, bacharel e licenciada em Física, com especialização em Física Moderna com base na Física Clássica pela Faculdade de Humanidades Pedro II (FAHUPE). Também é psicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise, filiada à International Psychoanalytical Association (SBPRJ/IPA), e psicoterapeuta analítica de grupo pela Sociedade de Psicoterapia Analítica de Grupo (SPAG-E.Rio), da qual foi presidente no biênio 1998-99. Autora da Ciência do Sentir, entre outros livros escreveu: “Macromicro – A Ciência do Sentir”, “O Homem Além do Homem”, “A Fronteira do Adoecer – Por que Você Adoece?”, “O Eu Sensível”, e “Falando de Sentimentos com Beatriz Breves”, “Entre o Mistério e a Ignorância – o Desvendar da Psique Humana” todos publicados pela Mauad Editora.

Assessoria

Written by: admin

Rate it

Previous post


0%