Uncategorized

DÓLAR FECHA SEXTA (02) COM PRIMEIRA BAIXA DO MÊS VENDIDO A R$5,20

todaysetembro 3, 2022 2

Background
share close

Nesta sexta (02) o dólar  perdeu um pouco de fôlego, na segunda (29) ele caiu e estava beirando os R$5,00, pelo menos para o REAL, porém teve uma recuperação boa ao longo da semana, esboçando uma reação, mas sexta (02) não resistiu. Influenciado por entradas de recursos pela perspectiva de parada na alta dos juros. O dólar à vista esta revertendo o cenário, mas fechou o dia de hoje com uma queda de 0,70% , 5,2034 reais na venda, uma desvalorização de 4 centavos em relação a ontem. A moeda norte americana obteve a primeira alta na semana.

Na semana passada o dólar fez 3 dias seguidos no positivo ou estabilizado, revertendo a sequência difícil dos pregões do início do mês, mas depois voltou a cair e manter uma margem abaixo dos R$5,10, mas terça (30), quarta (31) e quinta (01) fechou acima, mesmo caindo hoje, manteve 10 centavos acima da média. Porém, a moeda norte americana vinha tendo um dos piores desempenhos globais ao fim de uma sessão brutal para divisas de risco e correlacionadas às commodities, por temores sobre juros mais altos e riscos de recessão além de geopolíticos.

A divisa brasileira atipicamente descolou de seus pares, como os pesos mexicano, chileno e colombiano, ostentando o segundo melhor desempenho global numa curta lista de seis moedas que bateram o dólar no dia. Os demais 27 principais rivais da divisa norte-americana sofreram expressivas perdas, após dados bem mais fortes do mercado de trabalho dos EUA reavivarem expectativas de nova grande alta de juros pelo Fed.

Expertos do setor acham que esse movimento de ingresso de dinheiro estrangeiro deve continuar nos próximos dias. Analistas no entanto, dizem que a moeda brasileira está se aproximando de um período mais delicado e pode enfrentar dificuldades para uma apreciação mais consistente. Os ruídos das eleições, junto com o cenário global pouco favorável para commodities e com o dólar se fortalecendo contra as demais moedas do G3 (euro, libra e Iene), devem dificultar a valorização do real. Entramos no período sazonal de mais saídas líquidas. O diferencial de juros tem evitado uma desvalorização maior de várias divisas e em particular latino-americanas.

Lembramos que “Banco Central” americano elevou os juros em 0,75 ponto percentual na quarta (27) e dentro das expectativas do que já se vinha especulando, pondo fim, de vez, a precificações que chegaram a indicar um super aumento de 1 ponto na taxa básica – as quais por sua vez haviam ajudado a empurrar o dólar globalmente a máximas em 20 anos.

Em uma coletiva de imprensa, mês passado, na quarta (26), o chefe do Federal Reserve, Jerome Powell, afirmou que em algum momento a magnitude do aperto nos juros diminuiria, esvaziando apostas até mesmo de nova alta de 0,75 ponto. O Fed no entanto, reforçou seu compromisso em levar a inflação nos EUA à meta de 2%, buscando um pouso suave para a maior economia do mundo – e o que aliviaria temores de recessão por trás do mau humor dos mercados nas últimas semanas.

No Brasil, o Banco Central elevou a taxa Selic em 0,50 ponto percentual na quarta (3) para 13,75% ao ano, mas indicou que pode ter encerrado o ciclo de aperto monetário. Por outro lado, O banco americano de investimento Golden Sachs estimou que o dólar ficará em 5,50 reais dentro de três meses e em 5,30 reais ao fim de seis meses. Em 12 meses, a cotação cairia para 5,00 reais. Já o Société Générale projeta que o dólar fechará este ano em 5,86 reais e o por sua vez analisa que o primeiro trimestre de 2023 o dólar chegue a R$5,97.

Se você vive nos Estados Unidos e pensa em aproveitar o câmbio favorável, recomendamos você a usar o app USEND, uma empresa americana e fundada por brasileiros que apostam em tecnologia de ponta. Use o promo code SOUL para economizar US$5 na taxa de envio.

Written by: admin

Rate it

Previous post

Uncategorized

‘Pix’ via SMS e cerveja de mandioca: como é o cenário de inovação na África

Nos confins de Manhiça, uma vila localizada na província de Maputo, em Moçambique, pesquisadores já colocam em testes a primeira vacina do mundo voltada à imunização contra malária. A descoberta é de autoria do CISM — o Centro de Investigação de Saúde de Maniça — e uma das muitas coisas que o apresentador Ronaldo Lemos documentou durante sua passagem pela África.Em agosto deste ano, o professor viajou pelo continente para mostrar uma África além de suas belezas naturais: a inovação […]

todaysetembro 3, 2022 4


Similar posts

Uncategorized

Feliz 2023!

2023 começou. Basicamente duas reações podem ser facilmente identificadas quando olhamos à nossa volta: riso e lágrima. Uma parcela comemora aquilo que entende como vitória. Outra parcela chora aquilo que entende como derrota.  Em meio a estas definições bem reduzidas, existem inúmeras variações de ânimos, de expectativas, de comportamentos, de […]

todayjaneiro 7, 2023 1


0%