News

Em 2º embate, Lula e Bolsonaro se acusam de mentir sobre auxílio

todayagosto 29, 2022 8

Background
share close

No 2º confronto entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no debate promovido pela TV Bandeirantes neste domingo (28.ago.2022), ambos se acusaram mutuamente de mentir sobre a possibilidade de o Auxílio Brasil ser mantido em R$ 600. Ainda assim, o pagamento da parcela neste patamar foi prometido pelos 2 candidatos. 

Bolsonaro não respondeu sobre como o governo poderia viabilizar a manutenção do pagamento do benefício nesse valor. Afirmou que o assunto seria tratado pelo governo com “responsabilidade fiscal” e negociado depois das eleições junto a lideranças da Câmara. O presidente também disse que o PT foi contra o valor de R$ 400 no Congresso, valor inicial do benefício. 

Lula, por sua vez, disse que a manutenção do auxílio em R$ 600 para o ano que vem não está prevista na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2023 enviada pelo governo para o Congresso. “Significa que existe mentira no ar”, disse.

O Auxílio Brasil passou de R$ 400 para R$ 600 até o final do ano com a aprovação da PEC das bondades, promulgada em julho pelo Congresso. O Auxílio Brasil substituiu o Bolsa Família e é a entrega social mais explorada pelo atual governo. 

“Para de mentir. Está no seu DNA: mentir e inventar números. No corrente ano, discursaram contra e votaram a favor. Questão de LDO você resolve. Eu tenho contato com lideranças da Câmara, após as eleições podemos fazer algo mais concreto, mais detalhado, para buscar recursos para pagar os R$ 600. Não podemos ser aqui inconsequentes, ficar anunciado ‘vou dar isso, vou dar aquilo, vou tirar Imposto de Renda de professor, não sei o que lá’. Só mentira”, disse Bolsonaro.

“O PT tem reivindicado os R$ 600 há dois anos. A bancada do PT votou favorável porque a bancada do acha que o povo tem que receber esse auxílio, mas é preciso que a gente faça política concomitante com a política de crescimento econômico, de geração de emprego, coisa que não está pensada em nenhum momento”, afirmou Lula. 

O petista disse ainda que seu adversário “adora citar números absurdos” e citou a privatização da Eletrobras e o processo de venda de subsidiárias da Petrobras. 

Na tréplica, Bolsonaro acusou o PT de ter pagado “uma miséria” no programa Bolsa Família. “Por que que o PT lá atrás não aumentou? Pagava uma miséria de Bolsa Família. Era uma miséria. Tinha gente que ganhava R$ 80 por mês. Família ganhando R$ 80 por mês. E nós agora entramos nessa área para valer”, disse. 

O presidente também afirmou que Lula está apenas “preocupado com votos” e que estaria “mentindo sobre números”. “Nós temos ao nosso lado a verdade e a responsabilidade. Nunca tivemos tanto dinheiro de fora do Brasil investido aqui. Inclusive, em torno de 20% do nosso PIB. É um governo que está dando certo. A economia está bombando e o Brasil está sendo um exemplo para o mundo nessa área”, disse.

1º DEBATE DOS PRESIDENCIÁVEIS

O debate deste domingo é o 1º realizado com candidatos à presidência da República. O programa é realizado em conjunto pelas emissoras Band e TV Cultura, o portal de notícias UOL e o jornal Folha de S.Paulo.

A mediação do debate é feita pelos jornalistas Eduardo Oinegue, Adriana Araújo, Leão Serva e Fabíola Cidral (UOL). O programa também conta com perguntas de jornalistas da Band e dos veículos que formam o pool do debate.

Foram convidados a participar os 3 candidatos mais bem colocados nas pesquisas e candidatos de partidos com representantes na Câmara dos Deputados: Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Jair Bolsonaro (PL), Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB), Luiz Felipe D’Ávila (Novo) e Soraya Thronicke (UB).

A ordem dos presidenciáveis no estúdio, definida por sorteio, será: Luiz Felipe d’Avila, Soraya Thronicke, Simone Tebet, Jair Bolsonaro, Lula e Ciro Gomes.

ORGANIZAÇÃO E REGRAS DO DEBATE

  • 1º bloco

No 1º bloco do debate, cada candidato tem 1 minuto para responder a pergunta escolhida por jornalistas dos veículos de comunicação que compõem o pool. Depois da 1ª rodada, são feitas 3 perguntas diferentes e 2 candidatos respondem a mesma pergunta. A ordem das respostas é a mesma ordem dos presidenciáveis no estúdio.

Em seguida, é feita a 1ª rodada de perguntas entre os candidatos. Nessa etapa, a ordem definida foi: Jair Bolsonaro, Ciro Gomes, Luiz Felipe D’Ávilla, Soraya Thronicke, Lula e Simone Tebet.

  • 2º bloco

Neste bloco do debate, os jornalistas do pool de emissoras fazem perguntas para os candidatos. Os jornalistas escolhem quem reponde à pergunta e quem pode comentar a resposta. Todos os candidatos participam desta rodada.

  • 3ª bloco

O 3º bloco do debate é marcado por uma nova rodada de embate entre os candidatos. Nesta rodada, segue a seguinte ordem: Simone Tebet, Soraya Thronicke, Ciro Gomes, Jair Bolsonaro, Lula e Luiz Felipe D’Ávila.

Depois do confronto entre os candidatos, é realizado uma nova rodada de perguntas dos jornalistas. Novamente são feitas 3 perguntas diferentes, com 2 candidatos respondendo a mesma pergunta.

PODERDATA

De acordo com a última pesquisa PoderData, divulgada em 17 de agosto, Lula tem 44% das intenções de voto no 1º turno. Bolsonaro registrou 37%.

Ciro Gomes (PDT) aparece em seguida com 6%. Empata tecnicamente com Simone Tebet (MDB), que marca 4%, considerando-se a margem de erro de 2 pontos percentuais. Soraya e Felipe D’Ávila não pontuaram na pesquisa.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, empresa do grupo Poder360 Jornalismo, com recursos próprios. Os dados foram coletados de 14 a 16 de agosto de 2022, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3.500 entrevistas em 331 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O intervalo de confiança é de 95%. O registro no TSE é BR-02548/2022.

Written by: admin

Rate it

Previous post

“Você é uma vergonha”, diz Bolsonaro a jornalista em debate

News

“Você é uma vergonha”, diz Bolsonaro a jornalista em debate

Presidente se irritou quando jornalista Vera Magalhães disse que ele difundiu “desinformação sobre vacinas” Reprodução/TV Band Bolsonaro (PL) durante o 1º debate presidencial de 2022, realizado pela Band Poder360 28.ago.2022 (domingo) - 22h49 Durante o debate da Band nesse domingo (28.ago.2022), o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que a jornalista da TV Cultura Vera Magalhães

todayagosto 29, 2022 9


0%