Especial de 20 anos: Conheça a Artista e Mentora Transformacional Rose Lobo
Este artigo faz parte da edição especial de 20 anos da Soul Brasil, de junho de 2022, que contou com 20 perfis de brasileiros do Sul da Califórnia, entre pioneiros e destaques nas artes, esportes, jornalismo, negócios e saúde. Para conhecer os outros perfis, clique aqui.

Podemos dizer que a Rose é uma autêntica “carioca da gema” porque, além de ter nascido na cidade maravilhosa, veio ao mundo em uma terça-feira de carnaval. No Rio de Janeiro ela teve uma carreira de sucesso como bailarina, coreógrafa, treinadora de atletas e foi dona de seu próprio negocio – uma escola de modelos.

Em 1990, sua intuição a chamou para embarcar em uma nova jornada. Algo a dizia que apesar de amar o Rio, algum outro lugar no mundo a esperava. Ela não tinha ideia qual local seria até que um amigo que vivia em Los Angeles a ligou do nada e a convidou para uma visita a “cidade dos anjos”. Enquanto se preparava para deixar o Brasil, a pedido da Rio Tour, Rose foi convidada para participar do desfile de abertura de carnaval como Rainha, ao lado do Rei Momo em um carro alegórico.

Alguns meses após, a artista desembarcou em L.A, em julho de 1990, onde vive desde então. Em Los Angeles ela procurou aprimorar o seu inglês e fazer amizades o mais rápido possível com brasileiros e americanos, e, em particular, com outros artistas. Em 1995, Rose conheceu o advogado americano Allen Resnick e em 1999 se casou. Até hoje eles vivem no Mandeville Canyon, em Brentwood, área nobre de L.A. Aqui a artista também desenvolveu a sua criatividade se tornando uma das mais conhecidas artistas plásticas brasileiras da Califórnia.

Em 2005, na então gestão da embaixadora Thereza Quintella (que teve a inciativa de criar o Brazilian Day em L.A), a frente do Consulado-Geral do Brasil em Los Angeles, Rose Lobo teve a ideia de criar o “Brazilian Consulate Gallery”, um espaço para que artistas brasileiros pudessem expor seus trabalhos, em sistema rotativo, dentro de salas do consulado. A ideia foi aprovada pela embaixadora e se tornou uma grande oportunidade não somente para artistas plásticos e fotógrafos, mas, ao longo dos anos, para poetas e músicos brasileiros.

Sendo uma artista versátil, ela produz desde pinturas a óleo e mídia mista a esculturas e arte digital. Suas obras podem ser encontradas nas embaixadas brasileiras de Londres e Tóquio. Seu trabalho de arte reciclada, inclusive, foi destaque em um episódio de um programa da emissora Globo Internacional.

Sua obra intitulada  “Raízes, Histórias e Contos de Fadas Brasileiros” fez um estrondoso sucesso no L.A Brazilian Consulate Gallery onde ela apresentou esculturas majestosas da rainha do mar, Yemanjá, e do mítico Boto Cor de Rosa da Amazônia. Outra de suas criações que obteve um grande sucesso foi a arte mista “Brasil, Diversidade e Desigualdade”, uma experiência imersiva com esculturas, músicos, dançarinos e apresentações teatrais.

Em 2012, a artista transformou seu espaçoso e belo quintal de casa no “Brazilian Tropical Paradise”, um local para sessão de fotos e filmagem que tem sido usado por artistas, modelos e pela indústria cinematográfica de L.A. E como já mencionamos que ela é bem versátil, em 2015, a artista fez um curso de “life coaching” com Kute Blackson e se tornou mentora transformacional. “É hora de evoluir, compreender, se aceitar, de uma transformação interior”, nos diz Rose, que criou o programa “Soul Fellowship” e já levou grupos de clientes para a Índia para uma experiência espiritual única de crescimento interior.

junho 22, 2022

Written by:

X