News

Fazendeiro é preso após morte de gado e por maus-tratos

todayoutubro 2, 2022 3

Background
share close
Foto: Vianey Bentes/CNN

A Polícia Civil de Goiás prendeu em flagrante um homem suspeito de maus-tratos contra animais e exploração ilegal de madeira na zona rural do município de Guarani, a 550 km de Goiânia. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (29) pelas autoridades policiais.

Os policiais chegaram até a fazenda depois de uma denúncia de que havia animais mortos na localidade. Ao chegar, as equipes descobriram que centenas de animais estavam morrendo por falta de cuidados e alimentação. No local, encontraram o gado, da raça Nelore, enfraquecido e em vias de morrer. Os agentes descobriram, também, cerca de 90 carcaças de animais, mortos por falta de cuidados alimentares.

O dono da propriedade foi localizado pela polícia e confessou o que estava ocorrendo. O homem, que não teve o nome divulgado, afirmou, segundo as autoridades, que não havia pasto ou outro tipo de alimento para o gado. Além disso, o fazendeiro relatou que estava sendo explorada ilegalmente madeira na área.

De acordo com o delegado de Posse, Humberto Soares, ele vai responder pelo crime de maus-tratos de animais, com pena de um ano e meio de prisão, ainda não incluso a pena por extração ilegal de madeira. O delegado salientou que a fazenda não possui veterinário e que tem entre 900 a 950 animais no local. O proprietário está à disposição da Justiça.

Participaram da operação a Polícia Civil de Goiás, através do Ponto Focal de Posse, em operação integrada com a Delegacia de Iaciara, a Polícia Militar e o Batalhão Rural de Posse, o 12º Núcleo da Polícia Técnico Científica, Agrodefesa e Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Guarani de Goiás.

Fonte: CNN Brasil

Written by: admin

Rate it

Previous post


0%