News

Geddel Vieira Lima compartilha informação falsa com marca do Metrópoles

todaysetembro 22, 2022 2

Background
share close

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) divulgou, nessa terça-feira (20/9), informação falsa no Instagram envolvendo a marca do portal Metrópoles.

O texto intitulado “Em encontro tenso, ACM Neto foi repreendido por Alexandre de Moraes” nunca foi publicado pelo Metrópoles. A grosseira montagem feita com a marca da empresa e a assinatura da repórter responsável pela cobertura de Judiciário do veículo foi inventada, escrita e divulgada por desconhecidos, de maneira irresponsável e criminosa. O Metrópoles repudia o uso de sua credibilidade por quem tenta usar a marca para disseminar fake news.

Geddel retirou a publicação do ar e pediu desculpas. No entanto, a montagem ainda tem circulado com frequência nas redes sociais.

“Foi um equívoco absolutamente lamentável. Erro meu. Eu tinha obrigação de checar. Por isso, pedi desculpas e apaguei imediatamente”, afirmou o ex-ministro, em conversa com o Metrópoles na tarde desta quarta-feira (21/9), após apagar a postagem.

Geddel estendeu o pedido de desculpas ao candidato a governador da Bahia ACM Neto (União Brasil), ao ministro Alexandre de Moraes e ao portal Metrópoles.

“Mais do que isso, eu não posso fazer: reconhecer um equívoco e aprender a lição. Também peço desculpas aos leitores, à direção e aos jornalistas do Metrópoles, pois termina, sem nenhuma intenção, tisnando o trabalho de vocês”, prosseguiu.

Geddel Vieira Lima pede desculpas após publicar informação falsa envolvendo o Metrópoles

Geddel Vieira Lima está em liberdade condicional desde fevereiro deste ano. Ele foi condenado por lavagem de dinheiro e associação criminosa, após R$ 51 milhões em espécie serem encontrados em um apartamento em Salvador.

O ex-ministro de Lula da Silva (PT) é apontado como um dos principais coordenadores e articuladores da campanha de Jerônimo Rodrigues (PT) na Bahia.

Written by: admin

Rate it

Previous post


0%