News

Guaporé Futebol Clube é denunciado no TJD da Federação de Futebol de Rondônia

todayagosto 22, 2022 3

Background
share close

O empate entre o Guaporé e o Vilhenense no Estádio Cassolão em Rolim de Moura, na última quarta-feira, 17 de agosto, não foi o único resultado ruim para a equipe que representa o município de Rolim de Moura, que precisava de uma vitória para que pudesse encaminhar sua classificação para a disputa do Campeonato Rondoniense de Futebol de Rondônia,  na série “A”.


Na manhã desta sexta-feira, 19 de agosto, foi protocolado junto ao Tribunal de Justiça Desportiva da Federação de Futebol do Estado de Rondônia, uma notícia de infração cometida pela equipe do Guaporé Futebol Clube na partida de quarta feira, disputada no Estádio Cassolão contra a equipe do Vilhenense da cidade de Vilhena.


Segundo a notícia, a equipe do Guaporé Futebol Clube teria inscrito fora do período, atletas que só tiveram seus contratos de trabalho registrados no último dia 17 de agosto, data da partida, o que é vedado de acordo com o Artigo 6º em seu § 1º, em que estabelece como data limite para a inscrição de atletas para a competição o dia 12 de agosto, portanto esses atletas teriam sido inscritos fora do prazo e não poderiam participar da partida.


Devido a essa notificação, a próxima partida da equipe do Guaporé Futebol Clube que seria contra o Ji-Paraná, no próximo domingo, dia 21 de agosto foi suspensa, até que o TJD/RO realize a sessão de julgamento, e publique o seu resultado. Resta saber agora em que condições a Federação de Futebol do Estado de Rondônia teria aceitado a inscrição desses atletas, mesmo sabendo que estaria fora do prazo, e o porquê a equipe não foi notificada que os mesmos estariam sem condições de jogo.







Written by: admin

Rate it

Previous post

Amazônia e Pampa lideram queimadas de janeiro a julho de 2022

News

Amazônia e Pampa lideram queimadas de janeiro a julho de 2022

O Brasil queima no Norte e no Sul de seu território. Dados do MapBiomas mostram que 2.932.972 hectares foram consumidos por queimadas nos primeiros sete meses do ano. Embora maior que o estado de Alagoas, essa área é 2% menor do que a que foi consumida pelo fogo no ano passado. Porém na Amazônia e

todayagosto 22, 2022 3


0%