News

Ipec Acre: Gladson Cameli tem 53% dos votos válidos; Jorge Viana, 24%

todayoutubro 1, 2022

Background
share close

Pesquisa Ipec sobre as intenções de voto para o governo do Acre mostra o candidato à reeleição Gladson Cameli (Progressistas) com 53% dos votos válidos e o ex-governador do estado Jorge Viana (PT) com 24%. Levantamento foi encomendado pela Rede Amazônica Acre e divulgado nesta sexta-feira (30/9).

Para ser reeleito no primeiro turno, Cameli precisa conquistar a maioria absoluta dos votos. Dessa forma, o candidato necessita de 50% dos votos válidos mais um para vencer a disputa já neste domingo (2/10). Caso nenhum dos postulantes conquiste esse percentual, será realizado o segundo turno no dia 30 de outubro.

A pesquisa entrevistou 800 pessoas entre os dias 28 e 30 de setembro em 18 municípios acreanos. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral do Acre sob o número AC-04487/2022 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-05339/2022.

Primeiro turno

Intenção de votos válidos para governador do Acre:

Gladson Cameli (PP): 53%

Jorge Viana (PT): 24%

Mara Rocha (MDB): 9%

Petecão (PSD): 8%

Marcio Bittar (União Brasil): 4%

David Hall (Agir): 1%

Professor Nilson (PSol): 1%

Votos totais na pesquisa estimulada

No cenário estimulado, uma lista com os nomes dos candidatos ao Palácio Rio Branco é apresentada aos eleitores.

Gladson Cameli (PP): 51%

Jorge Viana (PT): 23%

Mara Rocha (MDB): 9%

Petecão (PSD): 7%

Marcio Bittar (União Brasil): 3%

David Hall (Agir): 1%

Professor Nilson (PSol): 1%

Branco/nulo: 2%

Não sabe/não respondeu: 2%

Segundo turno na pesquisa estimulada

Gladson Cameli (PP): 62%

Jorge Viana (PT): 29%

Brancos e nulos: 6%

Não sabe: 2%

Written by: admin

Rate it

Previous post

Exército diz que reportagem sobre “respeitar eleições” é fake news

News

Exército diz que reportagem sobre “respeitar eleições” é fake news

O Exército brasileiro afirmou em nota nesta sexta-feira (30/9) que a reportagem sobre a decisão do Alto-Comando do Exército de “respeitar as eleições” é fake news.“Na reunião do Alto-Comando do Exército (ACE), ocorrida entre 1º e 5 de agosto, não foram tratados assuntos de natureza político-partidária, tampouco houve qualquer manifestação de oficial do ACE nesse sentido”, diz nota do Exército. “Os dados apresentados na matéria são inverídicos e tendenciosos.”A matéria […]

todayoutubro 1, 2022


0%