News

Ministro da Saúde pede investimentos privados na área de inovação

todayagosto 16, 2022 3

Background
share close

Por Agência Brasil


Publicada em 16/08/2022 às 14h51

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse hoje (16) a empresários do setor que o grande lucro obtido pela indústria farmacêutica no Brasil durante a pandemia deveria servir de estímulo para a ampliação de investimentos privados na área de inovação do país. A afirmação foi feita durante a abertura do 1º Fórum Global do Complexo Industrial da Saúde, em Brasília.


Queiroga lembrou que, seguindo linhas liberais do ponto de vista econômico, o governo parte do princípio de que “quem tem de investir é a iniciativa privada”, e que “o papel do governo é o de não atrapalhar a iniciativa privada”, além de fomentar a pesquisa.


“Por que a indústria inovadora não vem ao Brasil de maneira mais definitiva? É um desafio. A indústria farmacêutica lucrou bilhões e bilhões de reais durante a pandemia. Isso é ótimo. Que venham lucrar aqui no Brasil porque queremos vocês aqui conosco”, disse o ministro.


Ele lembrou ainda que o Sistema Único de Saúde (SUS), como possibilidade de “acesso universal, integral, igualitário e gratuito para mais de 100 milhões de habitantes”, representa excelente oportunidade de negócio para o setor privado.


Segundo o ministro, o Brasil, no âmbito do G20 (grupo formado pelas 20 maiores economias do mundo), é signatário da proposta de fortalecer esse sistema, bem como de ampliar a capacidade dos complexos industriais de saúde, visando maior equidade para a oferta de insumos estratégicos.


“A saúde representa cerca de 10% do nosso PIB, o Produto Interno Bruto. Durante o enfrentamento da pandemia, foram aplicados mais de R$ 590 bilhões em recursos do ministério. A saúde suplementar teve, em 2020, cerca de R$ 240 bilhões em receitas. Para quem tem negócios no Brasil, seja empresa nacional ou estrangeira, é uma grande oportunidade. Somos um dos melhores mercados para a indústria farmacêutica”, afirmou o ministro. “E podemos fazer muito mais”.


Queiroga acrescentou que o Estado brasileiro tem, entre suas atribuições, a de promover politicas de controle e regulação eficientes do mercado, com o objetivo de fazer com que os preços diminuam. “E, claro, o Estado pode se valer do parque público para produzir medicamentos que, às vezes, a indústria não se interessa”, complementou.

Written by: admin

Rate it

Previous post

Após intervenção de Edwilson Negreiros, Bairro Cidade Jardim recebe operação tapa-buracos

News

Após intervenção de Edwilson Negreiros, Bairro Cidade Jardim recebe operação tapa-buracos

Por Assessoria / Câmara-PVH Publicada em 16/08/2022 às 14h40 Porto Velho, RO – O titular da Secretaria Municipal de Obras (SEMOB) Diego Andrade Lage atendeu mais uma solicitação encartadas em Pedido de Providência encaminhado pelo Gabinete do vereador Edwilson Negreiros, do PSB. Negreiros pediu oficialmente à Prefeitura de Porto Velho, gestão Hildon Chaves, PSDB, que diligenciasse

todayagosto 16, 2022 4


0%