Moradores colocam fogo em barbearia de homem suspeito de matar enteada de 3 anos em Alvorada

Populares tiraram móveis e objetos e queimaram em frente ao local

Moradores colocaram fogo em barbearia
| Foto: Matheus Piccini

“Luto por Mirella” estava na faixa carregada pelos moradores que pediam justiça à Mirela Dias Franco, de 3 anos, em Alvorada, durante uma pequena passeata que ocorreu  no  fim da tarde de  quarta-feira. A menina chegou sem vida à Unidade de Saúde Básica (USB) Aparecida,  no bairro Aparecida, na terça-feira, levada pelo padrasto e principal suspeito da morte. A equipe da unidade de saúde desconfiou e acionou a Brigada Militar, por volta das 13h, que ao verificar a presença de hematomas da cabeça aos pés, o conduziu para a delegacia. No atestado de óbito de Mirella, as causas da morte descritas foram choque hipovolêmico, hemorragia abdominal, lesão de vísceras e  tipo de morte violenta.

A comunidade organizou uma caminhada com balões e parou em frente à barbearia do suspeito. O local foi invadido, retiraram móveis e objetos e queimaram em frente ao local como protesto em favor à criança. Depois colocaram a faixa em frente ao estabelecimento. O homem e a mulher não estavam nas suas casas e não se sabe o paradeiro de ambos.

O suspeito tem passagem por ameaça e roubo registrados em 2014. Os vizinhos que moram em frente à barbearia não sabiam se a criança sofria maus tratos. Muitos não quiseram dar entrevista por medo e relataram que o homem tinha envolvimento com drogas.Já alguns comerciantes do local, disseram que vizinhos de residência do casal teriam ouvido choros constantes da criança no período da noite.

A mãe dela também foi conduzida pela Brigada à Polícia Civil. Os dois prestaram depoimento, mas não foram autuados em flagrante. Segundo a delegada Samieh Saleh, o laudo pericial encomendado pela investigação vai determinar a causa da morte.

junho 1, 2022

Written by:

X