Nesta Quarta (08), Dólar Marca Nova Alta e Encerra Vendido a R$4,88

Nesta quarta-feira (08), o dólar fechou novamente em alta acompanhando o movimento que acontece desde o início dessa semana. A moeda subiu em meio a persistentes preocupações de aumento da inflação global e de desaceleração da economia mundial, e com os investidores avaliando as perspectivas fiscais do Brasil. O dólar subiu 0,31% vendido a R$ 4,8895. 

O mês de maio foi de bastante oscilação para a moeda. Após iniciar abril em queda e sustentar valores abaixo de R$5,00 por aproximadamente duas semanas, o dólar voltou a subir nos primeiros dias de maio refletindo a alta de juros nos Estados Unidos e também no Brasil.

Até o dia 16/05 a moeda fechava a cotação acima de R$5,00 – chegando a bater R$5,14 no dia 12/05. Entre muitas altas, a partir do dia 17/05 o dólar voltou a cair e desde então, até a primeira semana de junho, encerrou abaixo de R$5 em todas as cotações.

Nesta quarta (08), no cenário externo, os investidores seguem monitorando pistas sobre a magnitude dos aumentos das taxas de juros nas grandes economias à medida que tentam domar a inflação crescente. Juros mais altos nos EUA tendem a valorizar o dólar, já que elevam a atratividade da dívida norte-americana, considerada a mais segura do mundo.

Já no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que o governo federal aceitará ressarcir os estados pelas perdas de arrecadação com o projeto de lei que estabelece uma alíquota máxima para o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os combustíveis. Essas transferências representariam um custo entre R$ 25 bilhões e R$ 50 bilhões, mas a fonte dos recursos ainda não foi detalhada.

Se você vive nos Estados Unidos e pensa em aproveitar o câmbio favorável recomendamos você a usar o app USEND, uma empresa americana e fundada por brasileiros que aposta em tecnologia de ponta. Use o promo code SOUL para economizar US$5 na taxa de envio.

junho 9, 2022

Written by:

X