News

“O sr. não deve nada à Justiça”, diz William Bonner a Lula

todayagosto 26, 2022 9

Background
share close

“O sr. não deve nada à Justiça”, diz William Bonner a Lula

Apresentador não considerou 3 investigações paralisadas pelo STF e que podem ser retomadas


reprodução/TV Globo – 25.ago.2022

Lula bebe água durante sabatina do “Jornal Nacional”; à direita, os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos


e

26.ago.2022 (sexta-feira) – 1h23


O apresentador do Jornal Nacional, William Bonner, iniciou a entrevista com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à Presidência da República, na 5ª feira (25.ago.2022) com perguntas sobre corrupção, mas disse que o petista, investigado na Operação Lava Jato, “não deve nada na Justiça”

“O Supremo Tribunal Federal deu razão, considerou o então juiz Sérgio Moro parcial, anulou a condenação do caso do tríplex e anulou também outras ações por ter considerado a vara de Curitiba, incompetente. Portanto, o senhor não deve nada à Justiça”, disse Bonner. 

Lula, no entanto, não foi absolvido em todas as 26 ações movidas contra ele. Há ainda, pelo menos, 3 investigações suspensas pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski. Elas tramitam na Justiça Federal de Brasília. 

A decisão envolve apurações sobre doações da construtora Odebrecht ao Instituto Lula, a compra de um terreno para a sede da entidade, a aquisição de um apartamento em São Bernardo do Campo (SP) e o caso dos caças suecos. As investigações começaram na extinta operação Lava Jato de Curitiba (PR). 

Com a suspensão, o ministro impede que os casos sejam retomados depois da decisão do Supremo que considerou Curitiba incompetente para processar e julgar os casos envolvendo o ex-presidente Lula.

A ordem de Lewandowski faz com que as investigações contra o petista comecem do zero. Ela vale até que o plenário do Supremo decida em definitivo se encerra ou não as apurações contra o ex-presidente. Eis a íntegra da decisão do ministro (289 KB). O plenário do STF pode, ainda, vir a decidir sobre a questão em algum momento.

Lula foi preso em abril de 2018 por causa da operação Lava Jato. Mesmo na cadeia, ele foi registrado pelo PT como candidato a presidente. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral), porém, barrou a candidatura com base na lei da ficha limpa.

No fim, o petista que concorreu à Presidência foi o ex-ministro Fernando Haddad. Ele foi derrotado por Jair Bolsonaro no 2º turno.

Lula ficou 580 dias na cadeia, em Curitiba, até o STF (Supremo Tribunal Federal) mudar seu entendimento e determinar que o cumprimento de pena começa depois de trânsito em julgado do processo. O petista havia sido encarcerado depois de condenado em 2ª Instância.

O ex-presidente deixou a cadeia em 8 de novembro de 2019. Em abril de 2021, o plenário do Supremo anulou as condenações da Lava Jato contra o petista e o tornou elegível novamente. Meses depois, o STF declarou Sergio Moro, juiz que havia condenado Lula, parcial.

Lula acumulou vitórias na Justiça ao ter pendências da Lava Jato e seus desdobramentos liquidados. 

O petista, no entanto, foi absolvido após o julgamento do mérito em só 3 –todos por falta de provas– dos 11 processos mais conhecidos: por suposta obstrução de Justiça envolvendo o silêncio de Nestor Cerveró, por organização criminosa no caso do “Quadrilhão do PT” e na operação Zelotes, que denunciou o petista por corrupção passiva pela suposta aprovação de Medida Provisória em troca de contrapartidas ao PT.

As duas únicas condenações de Lula, nos casos conhecidos como “triplex do Guarujá” e “sítio em Atibaia”, foram anuladas por uma questão técnica. O ministro Edson Fachin, do STF, entendeu que deveriam tramitar em Brasília, e não em Curitiba, e mandou recomeçar do zero. Quando as ações foram reiniciadas, já estavam prescritas.

A sequência de vitórias garantiu que o petista poderia ter condições jurídicas de disputar as eleições –algo que não foi possível em 2018, quando foi preso depois de ser condenado em 2ª Instância pelo TRF-4 no caso do triplex.

A frase de Bonner gerou críticas por parte de aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL). O ex-secretário de Cultura Mário Frias disse, em seu Twitter, que a pergunta “parece piada”.

Parece piada, mas não é… Bonner dizendo que Lula não deve nada à justiça… pic.twitter.com/dXS8TCo3q3

— MarioFrias 2208 (@mfriasoficial) August 26, 2022

Leia outras reportagens sobre a entrevista de Lula ao JN:

o Poder360 integra o

curtiu a reportagem? Compartilhe sua opinião

apontar erros neste texto

Written by: admin

Rate it

Previous post

Assassinatos caem 5% no 1º semestre no Brasil; veja os estados com as maiores quedas

News

Assassinatos caem 5% no 1º semestre no Brasil; veja os estados com as maiores quedas

Segundo especialistas do FBSP e do NEV-USP, o menor número de mortes é motivado por um conjunto de fatores, incluindo: mudanças na dinâmica do mercado de drogas brasileiro; maior controle e influência dos governos sobre os criminosos; apaziguamento de conflitos entre facções; políticas públicas de segurança e sociais; e redução do número de jovens na população.(CORREÇÃO:

todayagosto 26, 2022 5


0%