News

Os riscos de ser pai e cristão na Colômbia

todayagosto 14, 2022 3

Background
share close

Interceda por todos aqueles que têm filhos naturais e espirituais na Igreja Perseguida

No próximo domingo (14), comemora-se o Dia dos Pais no Brasil, um momento em que muitas pessoas se alegram ao lado daqueles que os ensinaram a viver. Mas há outros que experimentam um vazio na alma pela ausência de um ente querido falecido. A segunda opção é comum em famílias cristãs que vivem em países onde há perseguição.

Na maioria das culturas dos países da Lista Mundial da Perseguição 2022, o papel do homem é constituir família e ser o provedor dela. Por isso, o pai é o alvo principal em ataques quando o objetivo é tornar vulnerável o restante da família. Além de serem agredidos física e verbalmente, os chefes das famílias perdem os empregos, são sequestrados e até mortos por seguirem a Jesus

Essa realidade não acontece apenas em países distantes do Brasil, é comum também na Colômbia, onde os homens cristãos são perseguidos por pregarem o evangelho em territórios dominados por grupos armados e carteis de drogas. Daniela é uma adolescente cristã que sentiu a dor da perda do pai na pele. O pastor Plínio foi morto a tiros na sala de casa, enquanto a filha de 12 anos brincava na rua e a esposa Alba trabalhava na cozinha com outras mulheres da igreja

Daniela, a mãe e o irmão Sebastian, de cinco anos na época, foram levados para morar em outra região mais segura e receberam o apoio da Portas Abertas. Entretanto, o medo acompanhou a família e a mãe Alba mostrou um vídeo onde o caçula chorava. “Meu filho é muito expressivo. Ele é muito apegado a mim e à irmã dele. Ele chora e muitas vezes diz coisas como: Não quero que nada aconteça com você, porque eu ficaria sozinho”, testemunha a cristã.

A perda de um filho

Não é apenas a dor da perda de um pai que atinge a igreja na Colômbia. Alguns pais cristãos enfrentam o sofrimento de perder os filhos. Eles veem seus descendentes serem recrutados, sequestrados e até mortos por guerrilheiros e traficantes. Entretanto, não desistem de seguir a Jesus e fazê-lo conhecido nos locais mais humildes do país.

O pastor Mario perdeu a filha após um ataque em sua casa, onde funcionava também uma igreja. Durante o funeral da jovem, o líder cristão conseguiu encorajar os presentes a entregarem as vidas para Jesus

Alguns vizinhos ficaram espantados com a fidelidade dele e da esposa ao Senhor, mas hoje esse incidente tornou-se testemunho para outras pessoas. “Minha esposa e eu falamos muito sobre a nossa filha, sobre o que ela gostava de fazer. Graças a Deus, nos sentimos melhor“, completa.

Todos na família de Deus

Assim como Jesus disse em Mateus 12.50, todos que buscam amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como Cristo amou fazem parte da família do Senhor. Os laços não são biológicos, mas há pais, filhos e irmãos na fé, que trabalham na preparação do Corpo de Cristo, até que Jesus venha. A Portas Abertas deseja que todos os pais da Igreja Perseguida e livre sejam abençoados tanto pelos filhos naturais como espirituais.

Também oramos para que aqueles que não tiveram um pai exemplar ou presente tenham o coração aquecido e transformado pelo nosso Pai do Céu. Ele, que não poupou o próprio filho em favor daqueles que ainda eram seus inimigos, tornou a cada cristão em filhos adotivos, amados tanto como Jesus e herdeiros de um Reino que jamais terá fim.  

Conheça a história do pastor Mario

O pastor Mario tem um testemunho impactante que vai mexer com seu coração e fortalecer a sua fé em Cristo. Conheça-a na próxima quarta-feira, no lançamento do 6º episódio da séria Faces da Perseguição, segunda temporada. Assista!

Written by: admin

Rate it

Previous post

Áudio: Rodrigo Pacheco: Congresso não aceitará retrocessos democráticos

News

Áudio: Rodrigo Pacheco: Congresso não aceitará retrocessos democráticos

Home Áudios Pedro Pincer | 11/08/2022, 19h17 O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou que o Congresso Nacional sempre será o guardião da democracia e não aceitará qualquer movimento que signifique retrocesso e autoritarismo. O senador disse pelas redes sociais que a solução para os problemas do país passa pelo apoio irrestrito às manifestações pacíficas

todayagosto 14, 2022 3


0%