Podemos abre processo para expulsar Mamãe Falei

O Podemos informou ter aberto nesta segunda-feira, 7, um processo disciplinar interno para a expulsão do deputado estadual de São Paulo Arthur do Val, conhecido como Mamãe Falei.

O anúncio do partido é mais um desdobramento da divulgação de áudios em que, entre outras coisas, o parlamentar disse que mulheres ucranianas são “fáceis porque são pobres”.

Em nota, a legenda afirmou que o pedido de expulsão foi remetido ao diretório estadual de São Paulo, “Estado do novo filiado, que ingressou recentemente na legenda há pouco mais de 30 dias”.

“A realização do procedimento é necessária para qualquer tipo de punição, em respeito à ampla defesa e ao contraditório”, declarou o partido.

O pedido de expulsão foi feito pelas presidentes do Podemos Mulher Nacional e estadual de São Paulo, respectivamente, Márcia Pinheiro e Alessandra Algarin.

“Assim que tomou conhecimento do pedido, o presidente da Executiva Estadual Paulista, Thiago Milhim, acolheu e nomeou a Comissão de Ética e Disciplina. Ordenou ainda a citação do requerido para que apresente sua defesa em cinco dias.”

Mamãe Falei era pré-candidato ao governo de São Paulo pela sigla, mas, no sábado 5, já havia se retirado da disputa diante da pressão da opinião pública e do mundo político por causa dos áudios.

Cassação de mandato

Em nota divulgada hoje, Do Val afirma que lutará “até o fim contra essa injustiça”, em referência aos pedidos de cassação de seu mandato.

Conforme informou Oeste mais cedo, foram protocolados na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) dez representações contra ele. A maioria pede que o parlamentar seja cassado, em virtude de falas sobre mulheres ucranianas.

O deputado estadual deverá ser investigado pelo Conselho de Ética da Alesp por conta das declarações sexistas. Os pedidos devem tramitar no Conselho por até 30 dias.

março 24, 2022

Written by:

X