News

Programa Médicos pelo Brasil: 2.500 vagas abertas para médicos

todaysetembro 29, 2022 1

Background
share close

Em dois editais recém-publicados, a Agência para o Desenvolvimento da Atenção Primária à Saúde (Adaps) realiza o processo seletivo do Programa Médicos pelo Brasil 2022. São no total 2.500 vagas destinadas às regiões que mais precisam de profissionais no País – divididas entre médicos tutores (312 vagas) e médicos bolsistas (2.188 vagas). As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no site da banca examinadora, o Instituto Americano de Desenvolvimento (www.iades.com.br).

O prazo foi prorrogado até o dia 3 de outubro para o cargo de tutor, com prova aplicada no dia 9 de outubro. Já os candidatos à vaga de bolsista têm até o dia 6 de outubro para se inscreverem (prova dia 16).

O Médicos pelo Brasil é uma política de provimento médico federal para a Atenção Primária à Saúde, executada pela Adaps sob a supervisão do Ministério da Saúde. O principal objetivo da iniciativa é levar assistência médica de qualidade para as pessoas que vivem em regiões de difícil acesso e alta vulnerabilidade.

Carreira de tutor

Os profissionais que ingressam na carreira de tutor, com especialidade em medicina de família e comunidade ou clínica médica, são contratados via CLT, com salário inicial de R$ 15.750,00, remuneração considerada acima da média de mercado. Há benefícios como férias remuneradas, 13º salário, recolhimento de contribuição ao FGTS e auxílio-alimentação, além de incentivos de tutoria (até R$ 2.620,00), desempenho (R$ 1.400,00) e gratificação para áreas remotas (R$ 3 mil). O vencimento pode chegar até R$ 22.770,00.

Oportunidade para bolsistas

Ao longo dos dois primeiros anos no programa, os profissionais contratados como bolsistas atuam na assistência e realizam curso de especialização em medicina de família e comunidade para o desenvolvimento de competências. No período, recebem bolsa-formação no valor de R$ 15 mil mensais, com gratificação de R$ 3 mil adicionais para locais remotos (rurais e intermediários remotos) e de R$ 6 mil adicionais para Distritos Sanitários Especiais Indígenas.

Requisitos necessários

Para participar, é preciso ter registro junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM) e, no caso do cargo de tutor, certificado de conclusão de residência em medicina de família e comunidade ou clínica médica ou título de especialista em medicina de família e comunidade ou em clínica médica, emitidos pela Associação Médica Brasileira (AMB).

Sobre as provas

As provas serão aplicadas dias 9 (tutor) e 16 de outubro (bolsista), no turno vespertino, com duração de 3 horas e meia. Os candidatos realizarão o exame na modalidade on-line, de forma remota, obedecendo todas as exigências técnicas e normas de segurança de fiscalização definidas no edital. Serão avaliados conhecimentos gerais (Língua Portuguesa e conhecimentos do SUS) e específicos, em 50 questões que valem 100 pontos.

O valor da inscrição, para ambos os cargos, é de R$ 125,00.

Via Agência para o Desenvolvimento da Atenção Primária à Saúde (Adaps)

Written by: admin

Rate it

Previous post


0%