News

Questionado sobre voto evangélico, Lula responde: “Não sou candidato de uma facção religiosa”

todayagosto 19, 2022 5

Background
share close

Nesta quarta-feira (17), o ex-presidente e candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva comentou sua desvantagem em relação a Jair Bolsonaro (PL) nas pesquisas de intenção de voto entre o público evangélico.

“Eu não sou candidato de uma facção religiosa. Eu sou candidato do povo brasileiro”, responde ele para uma rádio gospel, a Super, ligada à Igreja Batista da Lagoinha. “Eu não quero fazer uma guerra santa no país”, completou.

Chamar os evangélicos de “facção religiosa” não pegou bem para o petista. O deputado federal Sóstenes Cavalcante, presidente da Frente Parlamentar Evangélica, usou as redes sociais para criticar Lula.

“Só um recado para o candidato a presidente Corrupto:  FACÇÃO é você é seu Partido das Trevas. Respeite os evangélicos! Não somos otários! Vcs não nos enganam nunca mais!”, escreveu.

Sóstenes entende que tal afirmação fará com que os evangélicos repudiem ainda mais o candidato petista. “O candidato presidencial de 2022 o DESCONDENADO, terá menos do que o dízimo dos votos dos evangélicos! Anotem…”.

O pastor Silas Malafaia também respondeu. “Vai lavar a sua boca. Vocês é que são uma facção”, declarou o religioso mostrando várias reportagens dos crimes de corrupção envolvendo integrantes do PT.

Assista:

Redação Exibir Gospel / Leiliane Lopes

Written by: admin

Rate it

Previous post

Ciro Gomes acusa Bolsonaro de manipular a fé dos brasileiros

News

Ciro Gomes acusa Bolsonaro de manipular a fé dos brasileiros

O candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) criticou nesta quinta-feira (18) a boa relação que o presidente Jair Bolsonaro tem com os evangélicos. O ex-governador do Ceará participou de uma sabatina realizada pela Associação Comercial de São Paulo e fez declarações polêmicas sobre o assunto. “Bolsonaro manipulando a fé do povo, incitando esse

todayagosto 19, 2022 2


0%