UFMG investiga festa ilegal com 8.000 pessoas dentro universidade

A UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) informou, nesta sexta-feira (06) que proibiu qualquer tipo de festa dentro dos ambientes universitários, em função de uma festa irregular ocorrida no último dia 28 de abril. A universidade também disse que irá investigar quais são os responsáveis pela festa.

Em nota, a instituição informou que o evento no campus Pampulha com a participação de cerca de 8.000 pessoas foi realizado de maneira irregular, sem avisar oficialmente a faculdade. Por conta da falta do aviso, a festa ocorreu  “sem o necessário planejamento, sem infraestrutura sanitária e de segurança, sem controle de acessos e sem garantia da preservação da normalidade das atividades acadêmicas”

O Conselho Universitário ainda informou que a festa infringiu os regulamentos da  Portaria 153, de 11 de novembro de 2013, que determinava o as regulamentações para os eventos deste caráter nos campus universitários. A responsabilidade da festa está sendo investigada pelo órgão.

“Lamentavelmente, o evento festivo em questão afetou toda a comunidade universitária do campus Pampulha da UFMG, que se viu prejudicada ou impedida de exercer as suas atividades-fim, que são o ensino, a pesquisa e a extensão”, disse Sandra Regina Goulart Almeida, reitora da Universidade e membro do Conselho Universitário.

* Estagiária sob supervisão de Pablo Nascimento

maio 6, 2022

Written by:

X