News

Virgínia Fonseca é acusada de dar golpe em comerciante de Governador Valadares

todayagosto 18, 2022 2

Background
share close

A influenciadora digital Virgínia Fonseca está sendo acusada por uma comerciante de Governador Valadares (MG) de dar um golpe. A mulher alega que pagou R$ 930,40 em um curso para quem deseja trabalhar com internet, divulgado nas redes sociais de Virgínia, mas que nunca recebeu o conteúdo.

Mulher acusa Virgínia Fonseca de golpe

Segundo a comerciante, da data da compra do curso até o momento já se passou um ano. Agora a mulher pede o dobro do que pagou no curso, o que daria R$ 1.860,80, mais uma indenização por danos morais no valor de vinte salários mínimos, que daria por volta de R$ 24 mil.

O documento da ação diz que os itens divulgados nas redes sociais de Virgínia Fonseca ficam sob sua chancela e indiscutível influência. O documento segue dizendo que sem a intermediação da influenciadora, a comerciante jamais teria comprado o curso.

Ainda de acordo com o documento da ação, a mulher teria tentado uma resolução amigável com Virgínia, mas não teve sucesso. Diz também que o valor pago pelo curso que não foi recebido pode parecer pouco, mas que a comerciante comprou um sonho, pois queria ser influenciadora digital, assim como Virgínia Fonseca.

Virgínia já faturou R$ 17,4 milhões com novo perfume

A esposa do cantor Zé Felipe possui uma marca de cosméticos, a WePink. Recentemente a influenciadora lançou seu perfume e foi um sucesso.

De acordo com a revista Forbes, Virgínia Fonseca faturou em três meses, apenas com o perfume, R$ 17,4 milhões.

O produto, que é descrito como o “cheiro das mulheres determinadas e transformadoras” vendeu 110 mil unidades em três meses, cada unidade saindo a R$ 199,99. Virgínia disse em entrevista à Forbes que ela e a sócia conseguiram faturar tudo isso em um produto único que as pessoas compraram online sem sequer terem sentido o cheiro dele antes.

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS







Written by: admin

Rate it

Previous post

Motoristas de aplicativos se unem em protesto em O.P.O. e pedem punição contra os acusados de roubo

News

Motoristas de aplicativos se unem em protesto em O.P.O. e pedem punição contra os acusados de roubo

Cerca de 80 motoristas de aplicativo das cidades de Jaru e Ouro Preto D’Oeste, se reuniram Na tarde desta quinta-feira (17) em frente a UNISP de Ouro Preto. A mobilização visou cobrar punições das autoridades sobre os acontecimentos recentes envolvendo veículos e motoristas de aplicativo, a fim de pressionar as autoridades policiais na punição de

todayagosto 18, 2022 7


0%